Artigos

 

Quantas vezes um cachorro deve comer por dia? Descubra!

Para quem ainda fica confuso, a boa notícia é que, para os cães, existe sim uma frequência certa para alimentá-los. No entanto, ela não permanece a mesma ao longo de toda a vida do pet. Vamos saber mais sobre esse tema?

Por que criar uma rotina de alimentação para o pet

Falar em frequência de refeições pode soar estranho para muita gente. Afinal, não é só dosar a quantidade e deixar a ração disponível o dia todo no comedouro? De acordo com a médica-veterinária da Petz, Dra. Cláudia Centinari, a resposta é não.

“O primeiro ponto é que, uma vez que estabelecemos uma rotina para o pet fica mais fácil monitorar e cuidar da saúde dele, por exemplo: se você deixa a porção disponível o dia todo, não saberá se ele se alimentou normalmente ou se naquele dia estava com apetite mais seletivo e comeu menor quantidade”, diz a especialista.

Além disso, segundo a veterinária, rações deixadas no comedouro o tempo todo costumam atrair insetos e até ratos. O resultado é que o pet corre o risco de contrair uma série de doenças.

Sem contar que fica mais propenso a desenvolver obesidade. Por isso, ofereça as refeições sempre nos mesmos horários!

Afinal, quantas vezes o cachorro deve comer por dia?

Segundo a Dra. Cláudia, a frequência da alimentação depende, principalmente, da faixa etária do cachorro, já que cães de idades diferentes não possuem as mesmas necessidades ou gastos energéticos. A seguir, confira as recomendações da veterinária:

  • Filhotes de 2 a 4 meses de idade: 4 vezes ao dia
  • Filhotes de 4 a 8 meses de idade: 3 vezes ao dia
  • Cães saudáveis a partir de 8 meses: 2 vezes ao dia

Quanto à quantidade, a Dra. Cláudia explica que, na maior parte dos casos, é possível seguir as orientações do fabricante, encontradas na embalagem. Vale destacar que essas são somente orientações gerais, considerando cães saudáveis.

Teste titulo 3

Algumas doenças, como as hepáticas, podem alterar as necessidades de quantas gramas de ração um cachorro deve comer por dia. Sendo assim, para uma dieta adequada, leve seu amigo para um check-up e siga as recomendações do veterinário.

Compartilhar

Veja também

8 brincadeiras para gatos de apartamento

Quem mora em prédios deve estar sempre pronto para proporcionar brincadeiras para gatos de apartamento. Afinal, esses animais têm espaço limitado e precisam de estímulo para se movimentar um pouco. 

Saiba sobre a importância do banho no pet

O banho e a tosa para cães e gatos vão muito além da questão de estética. Manter a higiene do animal é uma questão de saúde, tanto do pet quanto do seu dono. A sujeira acumulada nos pelos e pele dos bichinhos pode trazer, além de mau cheiro, uma série de doenças dermatológicas.

Guardamos estatísticas de visitas para garantir a melhor experiência em nosso site.

Ao continuar a navegação, você concorda com nossa política de privacidade. CONCORDAR E FECHAR